UFSCar oferece Mestrado em Gerontologia



     

A UFSCar recebeu a aprovação da Capes para o mestrado acadêmico em Gerontologia.

Mais uma conquista para a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Este mês foi aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) o mestrado acadêmico em Gerontologia.

A proposta apresentada ao órgão foi fruto do trabalho coletivo de docentes da instituição de ensino que identificaram a necessidade de produzir conhecimento interdisciplinar na área. O novo curso de pós-graduação é multidisciplinar e, reúne, portanto, pesquisadores de várias áreas da Saúde. Todos estão interessados em desenvolver estudos a respeito de políticas públicas para a população idosa e sobre os mecanismos de prevenção do envelhecimento fragilizado.

Incentivo para realização de pesquisa sobre envelhecimento:

O mestrado complementará a formação dos profissionais que se graduaram em Gerontologia pela Federal de São Carlos. Entre as universidades federais, em 2008, a UFSCar foi responsável por abrir o primeiro curso de graduação na área. A expectativa com a conquista, em 2016, junto à Capes é incentivar a realização de pesquisa básica sobre o processo de envelhecimento baseado nas diferentes realidades sociais presentes no contexto brasileiro.   

Gerontologia: uma área de conhecimento jovem:





Para contextualizar a relevância da criação deste curso, em nível de mestrado, ressaltamos que o reconhecimento da Gerontologia como área de conhecimento acadêmico é relativamente recente. Mesmo com a constatação do processo de envelhecimento populacional estar em marcha há tempos, vários autores consideram a Gerontologia uma nova ciência, já que localizam seu nascimento apenas no fim da década de 1940.  

Linhas de pesquisa:

Com tantas possibilidades de investigações científicas para serem ainda descobertas, os futuros alunos do mestrado em gerontologia da UFSCar podem começar a pensar em quais os assuntos gostariam de desenvolver academicamente. Isto porque já foram divulgadas as duas linhas de pesquisa, que estruturam o novo curso, são elas: “Saúde, Biologia e Envelhecimento” e “Gestão, Tecnologia e Inovação em Gerontologia”.

Processo seletivo:

Quem ficou interessado em pleitear uma das vagas do mestrado em Gerontologia deve ficar atento. Ainda este ano, a UFSCar realizará o processo seletivo para o novo curso. As datas da seleção serão definidas nas próximas semanas.  Para obter mais informações, basta enviar mensagem para o e-mail gerontologia@ufscar.br. Outra opção é ligar para o telefone (16) 3351-9628.

Por Erica Cristina Gomes



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *