Programa de Intercâmbio tem bolsas de estudo nos EUA para brasileiros



     

Programa Fulbright oferece cursos de pós-graduação para brasileiros nos Estados Unidos.

Criado em 1946 pelo senador Fulbright, o Programa de Intercâmbio Educacional e Cultural do Governo dos Estados Unidos da América tem ampliado cada vez mais as relações acadêmicas dos EUA com os mais diversos países.

Desde sua criação, já foram oferecidas cerca de 370 mil bolsas de estudo para estudantes não apenas norte-americanos, mas também de mais 150 países.

O programa Fulbright está no Brasil desde 1957, realizando intercâmbios educacionais que levaram mais de 3.500 brasileiros para os Estados Unidos e trouxeram para o Brasil cerca de 3.000 norte-americanos. Essas bolsas são oferecidas para os estudantes de pós-graduação e também para professores e pesquisadores.

Recentemente, há a previsão de abertura dessas bolsas, para ir para os Estados Unidos, em setembro para os alunos que irão fazer doutorado nas áreas de Ciências Humanas e Sociais, Artes e Letras. É importante que o candidato tenha bom desempenho e boas notas na universidade que estuda.





O inglês também é um dos requisitos e deve ter um nível satisfatório, sendo comprovado por TOEFL IBT (com o mínimo de 71) ou ITP (com o mínimo de 527).

Serão ofertadas até 25 bolsas, com a duração de nove meses, tendo o processo iniciado em agosto ou setembro e terminando em abril ou maio do próximo ano. Em alguns casos, o candidato poderá ser selecionado para um teste de inglês. Quando isso ocorre o processo se estenderá por até 4 semanas a mais.

É importante lembrar que há requisitos para participar da seleção das bolsas, sendo eles:

  • Ter nacionalidade brasileira, não podendo ter nacionalidade norte-americana;
  • Ter matrícula em um curso de doutorado que seja reconhecido pela Capes;
  • Inglês comprovado com os testes citados acima;
  • Ter cursado os créditos que são exigidos pelo curso do candidato de realização de estágio fora do país;
  • Residir no Brasil;
  • Ter uma carta convite do supervisor de estágio dos Estados Unidos escrita em inglês.

Os benefícios também são vários, uma vez que o doutorando irá dispor de auxílios para instalação, para aquisição de livros e computador, auxílio para a participação de eventos científicos e/ou acadêmicos que poderão acontecer nos EUA, auxílio transporte aéreo, seguro saúde e também uma bolsa para os gastos com alimentação, entre outros.     

Por Isabela Palazzo



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *